Macacos me Mordam

De "Cão Andalux", citamos:
"E eu disse que sim / que o meu cão precisava / de conhecer outras pessoas / outras culturas / individuais apesar do instinto /me avisar // Que não há melhor / que a língua dum cão / a lamber-nos as entranhas / e seduzi-o até casa / e amarrei-o à cama / e soltei-lhe o meu cão / Andalux".

 

 

Em: Jornal Público - 20 Mar. 1995

  Macacos me Mordam

Autor: Maria da Inquietação Fausto, "Macacos me Mordam", Edições Mortas

 

Código Título Preço Quant
5004 Macacos me Mordam 400 Esc.
(2 euro)

 


ver conteúdo da encomenda .Isento de Iva artº 53 Nº 1 C.I.V.A.